“…notável pedagogo” 2 Maio, 2020 – Publicado em: Testemunhos

EVOCAÇÃO DO PADRE LEÃO 

Conheci o Padre Manuel Leão, quando comecei a exercer a minha atividade de professor primário, aos 18 anos de idade.
A partir de testemunhos diversos de alunos do Colégio de Gaia, passei a conhecer a figura incontornável deste notável pedagogo. 
A ele se deve o enorme prestígio deste qualificado estabelecimento de ensino, pertencente à Diocese do Porto.
A partir do momento em que passei a exercer as funções de vereador municipal de Vila Nova de Gaia, tive oportunidade de estabelecer sucessivos contactos com o Padre Leão que foram muito úteis para o colégio e para a comunidade.
No Colégio, que era a “menina dos seus olhos”, para além da sua direção, foi, ao longo, dos anos, um professor de exceção, para além de autor de auxiliares didáticos que tão úteis foram para sucessivas gerações de alunos.
Paralelamente a esta atividade, deu uma importante contribuição, na vida pastoral, social e associativa de Oliveira do Douro. 
A ele se deve, igualmente, uma intervenção notável e decisiva no santuário do Monte da Virgem, através ação pastoral, para além da melhoria do espaço envolvente ao seu templo, nomeadamente, a sua requalificação ambiental, fazendo deste espaço uma referência na região.
Quando deixou de exercer as suas funções no Colégio, passou a dedicar-se à investigação histórica, a partir das fontes, designadamente, no Arquivo Distrital do Porto, no Arquivo Municipal do Porto e Biblioteca Pública do Porto, para além de outras instituições, de que resultaram várias publicações de superior qualidade sobre vários aspetos da arte e cultura da região e do concelho de Gaia, para além de inúmeros textos publicado em vários jornais e revistas.
Tive oportunidade de beneficiar dessa vasta investigação, pois, o Padre Leão, sabendo que eu estava a publicar vários trabalhos sobre o concelho e a região, sempre pôs ao meu dispor o fruto das suas consultas, que sabia que me interessavam. Sempre o fez com enorme generosidade. Naturalmente, que lhe ia oferecendo um exemplar dos trabalhos que ia dando à estampa.
Devo ainda relevar o decisivo papel que o Padre Leão e o Padre Freitas, sacerdote claretiano, ao tempo, diretor do Colégio dos Carvalhos, tiveram na criação dos ISPGAYA, o primeiro estabelecimento do ensino superior em Vila Nova de Gaia.
Tenho o orgulho em afirmar que, a pedido destes dois pedagogos, patrocinei, enquanto deputado nacional e vereador municipal, a seu pedido, a intervenção do Ministro da Tutela para proceder à sua criação legal, para além de ter suscitado, junto de um empreendedor local, a cedência de um edifício que serviu de sede provisória do Instituto.
Importa, contudo, relevar que se deve fundamentalmente a estas duas figuras da Igreja e da Educação a concretização deste sonho. 

No centenário do nascimento do Padre Leão, devo reafirmar a sua enorme importância na vida desta comunidade e da região. 

Francisco Barbosa da Costa