As motivações e preocupações dos professores 4 Setembro, 2016 – Etiquetas: , ,

É já no dia 9, sexta-feira, que apresentaremos a realidade dos professores portugueses: o que pensam eles hoje, como se sentem, que dramas experimentam e esperanças alimentam? 

Sabe quantos professores se sentem hoje mais motivados para ensinar do que há dez anos? Sabe quantos se dizem satisfeitos hoje, face ao início da sua carreira? Sabe quantos professores associam ao seu trabalho, hoje, as palavras Exaustão, Frustração, Esperança Paixão, Desilusão? Sabe qual a percentagem de docentes portugueses que se sente motivada para ensinar? Sabe qual é a maior causa de insatisfação dos professores? No dia 9 de setembro, a Fundação Manuel Leão revela as respostas a estas e a muitas outras perguntas para as quais é preciso termos respostas. Na sequência de um inquérito realizado entre maio e julho passados, junto de docentes de todo o país e de todos os gruas de ensino não superior, vamos debater em conjunto os resultados obtidos. Não vale a pena esconder o que conhecemos melhor, é preciso construir, no espaço público, tempos de debate, ocasiões para podermos romper os muros que nos impedem de ir mais além, de sermos melhores profissionais e de trabalharmos em organizações mais capazes. Teremos connosco Alvaro Marchesi, especialista espanhol que coordenou estudos semelhantes em vários países.

Não falte, inscreva-se! A inscrição é gratuita.

« Fundação Manuel Leão acolhe Residência Artística de Mónica Faria na Casa da Imagem
As motivações e preocupações dos professores »