Se acender a luz não morrerei sozinho



Preço:
14,00€

Expedido no prazo máximo de 56 horas,
salvo rutura de stock.

Ler um excerto do livro


Entre a consciência de que se acender a luz não morrerá sozinho e de que é estranho esse sono que não nos devolve, Daniel Faria não hesita:

O meu projeto de morrer é o meu ofício
Esperar é um modo de chegares
Um modo de te amar dentro do tempo

A morte é um meio para chegar ao topo da escada, ao último degrau, até junto de Deus. A morte é um sistema de degraus. Não uma escada helicoidal, mas uma escada como as de Escher, essas construções labirínticas, assimétricas. A morte é um hiato, uma extinção, um meio para chegar à luz, para dizê-la: «ao extinguires-te dizes/ Tudo/ O que pode ser dito/ Sobre a luz».

José Rui Teixeira



Ficha técnica

Título: “Se acender a luz não morrerei sozinho” – receção de Daniel Faria, a 20 anos da morte [atas do colóquio] Coordenação: Carlos A. Moreira Azevedo
Autores: Alfredo Teixeira, Francisco Jorge Vieira de Freitas, Joaquim Santos, José Carlos Carvalho, José Pedro Angélico, José Rui Teixeira, Luís Adriano Carlos, Martinho Tomé Soares, Nuno Higino Teixeira da Cunha
Editor: Fundação Manuel Leão
Número de edição: 1
Ano de Edição: 2019
N.º de páginas: 206
ISBN: 978-989-8151-55-1
Dimensões: 155x235x13mm

Nota informativa

Dorrente da situação pandémica atual que assola o nosso país, a Fundação Manuel Leão (FML) gostaria de transmitir uma mensagem de união e serenidade, consciente que o momento que atravessamos, todos, sem exceção, é muito difícil. A todos os cidadãos muita coragem. Aos governantes e profissionais das áreas que lidam diretamente com os focos pandémicos, o nosso obrigado.

Como não podia deixar de ser, a FML está atenta e segue todas as directrizes e conselhos da DGS em termos de segurança e saúde. Por isso, organizamos a nossa equipa de acordo com as indicações institucionais. Nesse sentido, grande parte da equipa trabalhará em regime de teletrabalho nos próximos dias. Este facto poderá condicionar alguns contactos mais diretos e imediatos.

Para informações adicionais contacte-nos:
t. 223 708 681
fmleao@fmleao.pt

Até já,
Fundação Manuel Leão