Teatro

A paixão de S. Lourenço

A obra – bastante exigente seja pela força inspiradora do tema, seja pela estrutura muito articulada, seja pela sua efusão passional que se dilata com alguma reiteração e prolixidade – constitui uma das provas teatrais mais altas deste frade servita. Um texto que lhe era particularmente caro, como posso testemunhar pessoalmente por causa da minha intensa ligação de amizade com P. David, uma ligação que deu origem também a obras escritas em conjunto.

Job ou a tortura pelos amigos

Fabrice Hadjadj, ataca, nesta obra, a grande interrogação humana sobre o possível sentido da dor. Problema posto dramaticamente em Job e actualizado, aqui, num doente hospitalizado, visitado por amigos que lhe levam mãos cheias de conselhos e de explicações, mas acabam profundamente questionados pelo vazio do sofrimento real.

Nota informativa

Dorrente da situação pandémica atual que assola o nosso país, a Fundação Manuel Leão (FML) gostaria de transmitir uma mensagem de união e serenidade, consciente que o momento que atravessamos, todos, sem exceção, é muito difícil. A todos os cidadãos muita coragem. Aos governantes e profissionais das áreas que lidam diretamente com os focos pandémicos, o nosso obrigado.

Como não podia deixar de ser, a FML está atenta e segue todas as directrizes e conselhos da DGS em termos de segurança e saúde. Por isso, organizamos a nossa equipa de acordo com as indicações institucionais. Nesse sentido, grande parte da equipa trabalhará em regime de teletrabalho nos próximos dias. Este facto poderá condicionar alguns contactos mais diretos e imediatos.

Para informações adicionais contacte-nos:
t. 223 708 681
fmleao@fmleao.pt

Até já,
Fundação Manuel Leão