Algumas atividades

A Fundação Manuel Leão, que se encontra a celebrar os 20 anos da sua constituição, está a promover um conjunto de iniciativas, articuladas também com a simultânea celebração dos 30 anos da Lei de Bases do Sistema Educativo.

Para além dos encontros sobre “ A educação do futuro está aqui!”, vamos promover um novo encontro a 9 de setembro, com dois objetivos principais:
(i) dar a conhecer e debater os principais resultados do inquérito aos professores portugueses sobre o estado atual das suas “motivações e preocupações”;
(ii) divulgar e debater o estado da educação em Portugal, na perspetiva do Programa AVES – Avaliação Externa de Escolas; ao fim de quinze anos de aplicação contínua de uma bateria de questionários sobre a qualidade da educação das escolas portuguesas, a Fundação vai devolver à sociedade portuguesa o conhecimento que foi acumulando sobre as suas escolas. Quais os resultados escolares dos alunos? Como tem evoluído a opinião dos pais, dos alunos e dos professores sobre as suas escolas?

Estes são dois motivos muito fortes para depositarmos uma grande expectativa neste evento. Temos poucas leituras sólidas e independentes acerca do que se passa na educação em Portugal e essa voz também precisa de se fazer ouvir. Por outro lado, os resultados do questionário aos professores surgem num momento em que muito se fala do cansaço, do esgotamento, do “burnout” que acampou entre os docentes portugueses, cada vez mais envelhecidos. Será verdade? Ou essa é uma visão que alguém quer fazer passar sobre o que sentem os professores? Mas, então, o que sentem, no termo do ano letivo 2015/16?

PROGRAMA DO SEMINÁRIO
Consulte aqui.


RESUMO DAS APRESENTAÇÕES
Consulte aqui.

 

SeminarioAVES_mailing

QUAL O VALOR ACRESCENTADO DAS NOSSAS ESCOLAS?
Seminário nacional (2012)

O Programa de Avaliação Externa de Escolas – AVES, promovido pela FML, tem vindo a produzir abundantes dados sobre a educação escolar em Portugal, seja sobre as competências dos alunos e as aprendizagens que efetivamente realizam, seja sobre o clima das escolas e as opiniões dos pais, alunos e professores, seja ainda sobre o Valor Acrescentado das escolas portuguesas.

Este imenso e rico manancial de informação e conhecimento, que é devolvido às escolas do Programa e apenas tratado globalmente pela equipa do Programa, deve ser comunicado ao conjunto da sociedade portuguesa. Assim, esta pode enriquecer a sua visão sobre o ensino que temos e, consequentemente, as escolas poderão vir a melhorar as suas práticas.

O Seminário Nacional decorreu no dia 21 de setembro de 2012, nas instalações da Universidade Católica Portuguesa – Porto, no auditório Carvalho Guerra, tendo-se inscrito 162 pessoas. No final contou com a reflexão de Glória Ramalho e de José Matias Alves.

Para conhecer os assuntos tratados no Seminário consulte o Programa do Seminário (pdf). Pode também consultar as comunicações proferidas e as apresentações multimédia divulgadas, que se encontram pela ordem do Programa.

Comunicações e apresentações
Conceição Portela

O valor acrescentado nas escolas portuguesas (ler comunicação)

João Veiga
Resultados Académicos do Programa AVES: passado e futuro (ler comunicação)

Vítor Alaiz
Resultados AVES e os Exames Nacionais (ler comunicação)

Rodrigo Queiroz e Melo
Resultados das Provas de Opinião Competências e Valores (ler comunicação)

Mesa redonda
O Programa AVES e a melhoria dos processos e resultados escolares

Hermínia Lima
Escola Secundária Dr. Manuel Laranjeira, Espinho (ler comunicação)

Luísa Monteiro
Agrupamento de Escolas Roque Gameiro, Amadora (ler comunicação)

Inês Cruz
Centro Educação Integral, S. João da Madeira (ler comunicação)

Manuela Baião
Escola Profissional do Vale do Tejo, Santarém (ler comunicação)

Moderação . José Matias Alves

SeminarioAVES_2010

O PROGRAMA AVES E A AVALIAÇÃO EXTERNA DE ESCOLAS
COMO SE TECE A MELHORIA DAS ESCOLAS – HISTÓRIAS PARA CONTAR, HISTÓRIAS PARA APRENDER
Seminário Nacional (2010)

Ao fim de 10 anos de existência, um Programa inovador como o AVES entra numa nova fase. Por isso, considera necessário apresentar um balanço do seu contributo para o desenvolvimento da auto-avaliação das escolas.

A aplicação de provas externas (testes de conhecimentos e questionários de opinião, competências e valores) tem sido um contributo para a reflexão dos professores (e de outros membros da comunidades educativa) sobre a actividade educativa levada a cabo na sua escola. Uma reflexão baseada em dados precisos, válidos e fiáveis.

Este Seminário, comissariado cientificamente por Joaquim Azevedo, António Fonseca, Conceição Portela, José Matias Alves, Vítor Alaiz e Rodrigo Queiróz e Melo, decorreu no dia 29 de Janeiro de 2010, nas instalações da UCP – Porto, contando com a presença de 263 participantes.

Para que possa conhecer um pouco o que foi debatido neste espaço, pode descarregar as apresentações multimédia.

Comunicações e apresentações
Glória Ramalho
A importância da avaliação externa dos conhecimentos e das competências académicas para a melhoria das práticas de ensino e de aprendizagem (a disponibilizar)

Alejandro Tiana
A avaliação externa das escolas. O que podemos aprender com a experiência internacional (a disponibilizar)

Vitor Alaíz
Os principais resultados do Programa AVES (ler comunicação)

Conceição Portela
O Valor Acrescentado como estratégia de desenvolvimento das práticas educativa (a disponibilizar)

Rodrigo Queiroz e Melo
Os resultados do AVES, a auto-avaliação e a melhoria dos resultados das escolas (ler comunicação)

José Maria Azevedo

A IGE e a Avaliação Externa: incidências e ausências (a disponibilizar)

José Matias Alves
A Avaliação Externa e as condições de mudança (ler comunicação)

Sobre o Programa AVES   .   Perguntas frequentes

ano