Fundação Manuel Leão edita “Lugar de felicidade: educação, sociabilidade e utopia

A Fundação Manuel Leão acaba de dar à estampa a obra de Joaquim Machado “Lugar de Felicidade: educação, sociabilidade e utopia, na sua coleção DPP – Desenvolvimento Profissional de Professores. Uma obra que nos revela a necessidade de olharmos para dentro de nós mesmos, como modo de transformação pessoal para habitar num mundo novo. Encontrar a “cidade ideal e o homem novo que nela habita”.

“A ilha emerge como o não lugar dos valores, o lugar utópico onde se encontram a cidade ideal e o homem novo que nela habita, o lugar onde se colocam os referenciais que justificam a intencionalidade da educação e a alquimia que educador e educando concretizam no processo educativo, o lugar para onde apetece deslocar, o lugar que se oferece como morada para acolher o “viajante em utopia”, interpelando assim o leitor a viajar até ela, mais do que pela deslocação física e geográfica, pela análise crítica do “seu” mundo e, sobretudo, por um processo de distanciamento (espiritual e ético) em relação a ele e uma aproximação ao interior de si mesmo passando por uma transformação pessoal em nome dos referenciais que “achou” em Utopia.”

saber +



Joaquim Machado de Araújo é licenciado em Filosofia pela Universidade do Porto e doutorado em Educação pela Universidade do Minho. Atualmente é professor convidado da Universidade Católica Portuguesa. Tem publicações nas áreas da utopia, das políticas educativas, da formação de professores, da pedagogia e da organização e administração escolar.

Informa-se que os serviços da Fundação Manuel Leão se encontram encerrados até 31 de agosto de 2017, por motivo de férias.

Qualquer informação pode ser obtida através de correio eletrónico fmleao@mail.telepac.pt.

Obrigado pela compreensão!