Categoria: Arte

Estudos de Iconografia Cristã

Da autoria de D. Carlos A. Moreira Azevedo, delegado do Pontifício Conselho para a Cultura, Estudos de Iconografia Cristã apresenta um conjunto de dezasseis ensaios em torno de temáticas iconográficas como a Trindade, o Espírito Santo, a Imaculada Conceição, a Natividade ou a Eucaristia, passando pelas representações de santos de grande devoção e centralidade representativa, com destaque para São Paulo, São Sebastião, Santo António, São Vicente, São João de Deus ou São Teotónio. (…)

Cerâmica saída da barra do Douro

Cerâmica saída da Barra do Douro apura perfis históricos e indústrias conhecidas quantificando produtos inovadores e realizando a trajectória do quotidiano cerâmico da cidade invicta. Regista-se nesta obra o comércio marítimo da cerâmica, nacional e internacional. Revelam-se também novos factos sobre equívocos e localização de fábricas cerâmicas. Espera-se o resultado final desta obra seja um incentivo a futuras investigações nesta área ainda não plenamente desbravada.

A Arte em Vila Nova de Gaia

Além da panorâmica geral sobre a produção artística em Vila Nova de Gaia, contida na realidade que foi possível captar, há nesta obra inéditos que poderão enriquecer aquilo que é notório no património artístico. Apontam-se os painéis de azulejo que José Joaquim Teixeira Lopes pintou para a igreja de São Vicente, em Braga, autoria até hoje desconhecida.

Artistas antigos do Porto

Permitir o conhecimento de artistas sem nome na praça e percorrer os passos da sua actividade, tantas vezes ainda esquecida e ignorada, é trabalho cultural precioso, sobretudo porque estes estudos, baseados na consulta de documentação inédita, fazem avançar a investigação da História da arte.

A Cerâmica em Vila Nova de Gaia

Uma das constantes do coração de Vila Nova de Gaia foi a actividade cerâmica. A profissão de oleiro radicou-se neste meio: conheceu uma época de exclusivo sentido utilitário, mas deixou marcas de cunho artístico, na sua época áurea.

Informa-se que os serviços da Fundação Manuel Leão se encontram encerrados até 31 de agosto de 2017, por motivo de férias.

Qualquer informação pode ser obtida através de correio eletrónico fmleao@mail.telepac.pt.

Obrigado pela compreensão!