Arte

A Arte, nas suas diferentes vertentes, é uma das áreas de atuação da Fundação. Neste domínio dispõe de uma Biblioteca especializada em Arte que enriquece continuamente. Esta Biblioteca está disponível, para já, apenas para consulta presencial, sob autorização prévia. Também conta com uma colecção editorial “Artes & Artistas”, com quatro títulos publicado, nomeadamente A Cerâmica em Vila Nova de Gaia, A Arte em Vila Nova de Gaia, Artistas Antigos do Porto e Cerâmica saída da Barra do Douro. Além da sua biblioteca e do plano editorial, a Fundação dispõe de uma coleção de numismática que se encontra em inventário. É intuito da Fundação divulgar esta coleção em linha e a publicação de um catálogo.

colecaoAo nível artístico e em estreita correlação com o plano educativo, a Fundação Manuel Leão criou, em 2010, um centro de educação artística aberto à comunidade. É a Casa da Imagem. Pretende ser um espaço de aprendizagem, reflexão, produção e partilha de sentidos da relação da pessoa com o mundo através da experimentação da prática artística. Compreendemos o ato educativo como uma ação que se centra na aprendizagem que o sujeito desenvolve a partir de si próprio em cooperação com o meio. Entendemos a arte como um conceito alargado que abrange o campo mais específico da prática artística e um outro mais próximo do âmbito cultural. A educação artística na Casa da Imagem centra-se na relação próxima entre a experiência e a divulgação artística e cultural e o serviço educativo. A promoção da relação entre as vertentes educativa e artística far-se-á em função das vivências e expectativas das pessoas que participam neste projeto.

Na Casa, a imagem é o objeto que promove o encontro entre a experimentação e a aprendizagem da pessoa, como sujeito contemporâneo, e o que a envolve. A imagem é, simultaneamente, o objeto que resulta desse processo. Dessa forma, cria-se um contexto de aprendizagem produtivo no qual a pessoa mobiliza imagens num processo dinâmico entre olhar, “desenhar” e construir sentidos. Desejamos que a Casa da Imagem seja um espaço em que a aprendizagem se caracterize pela capacidade de intervir reflexivamente sobre contextos quotidianos através da implicação dos participantes nas atividades. É neste contexto de aprendizagem e de produção que compreendemos a prática da arte contemporânea como possibilidade de criar um espaço comum, onde se intersetam múltiplas linhas de sentido com orientações diversas: da comunicação e da linguagem, mediais, tecnológicas e lúdicas, históricas e sociais, filosóficas e estéticas, políticas e educativas. A aprendizagem ganha lugar com a adoção de atitudes de descoberta, exploração e desconstrução, cooperação, partilha e produção de sentidos individuais da imagem. Na Casa da Imagem desenvolvem-se várias atividades nas áreas artística e educativa, criando relações muito próximas com a comunidade.
Saiba mais

CI_atividades_05
CI_atividades_04
CI_atividades_01
CI_atividades_02
CI_atividades_03
CI_atividades_08
CI_atividades_09

Na Casa da Imagem está depositado o espólio fotográfico de Teófilo Rego (1915-1993), bem como um vasto conjunto de máquinas e equipamentos fotográficos que documentam a evolução tecnológica das últimas décadas, que foram sendo coleccionadas pelo artista fotográfico. Trata-se de um valioso acervo documental sobre o país, com destaque para o Porto e Norte de Portugal, que reúne milhares de exemplares, bem como todo o acervo de trabalho comercial desenvolvido ao longo de décadas na empresa “Teófilo Rego – fotografia comercial”.

Saiba mais sobre o espólio fotográfico Teófilo Rego 
(em atualização)

Informa-se que os serviços da Fundação Manuel Leão se encontram encerrados até 31 de agosto de 2017, por motivo de férias.

Qualquer informação pode ser obtida através de correio eletrónico fmleao@mail.telepac.pt.

Obrigado pela compreensão!